Remendar

Você conseguiu me atingir de longe, de costas. Assim, logo antes de partir. E demorou para eu perceber que estava sangrando. E os remendos vão demorar para realmente consertar o estrago que conseguiu {conseguimos} fazer. Você saiu e me deixou com monte de hemorragias para estancar.

E eu estou trabalhando. Estou em um processo de reabrir feridas passadas. Descobrindo feridas que eu, até então, estava ignorando. E essas são as que mais machucam. As que eu nunca tinha percebido que estavam ali. E tudo isso machuca em um nível que eu não achei que eu fosse possível machucar. Não agora. Não por sua causa. Não por sua causa indireta. Porque não é sua culpa diretamente. Porque você não sabe de nada disso. Porque você fez tudo isso sem querer. Porque você já está longe. E ainda atinge como se estivesse aqui.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Remendar

  1. Me lembrou do quão desproporcional pode ser o tempo em que convivemos com as pessoas, algumas permanecem em nossa mente indeterminadamente, outras só permanecem enquanto estamos em contato direto. E que para cada finalidade, há algo exigido.

    Curtir

  2. Conheço o canal e pela primeira vez venho dar uma olhada no blog, depois da mudança de nome e me arrependo de ter vindo antes, que escrita maravilhosa Gabi, tão delicada e bela mas ao mesmo tempo forte e verdadeira. Adorei e espero que esse projeto continue ao longo dos meses ❤
    Obs: Os textos me lembram muito Spoke Word Poetry que é um projeto que adoro e te recomendo muito se ainda não conhece

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s