Dor

Assim que eu abri os olhos, senti uma pontada na parte frontal do lado direito da cabeça. E em seguida, senti outra. E outra. E outra. E antes que eu pudesse me convencer a levantar e começar o dia, cogitei se não seria melhor se tudo explodisse de uma vez. Se a dor não se tornasse tão insuportável que eu desligasse. Cogitei esse caminho. Uma simples explosão e fim. Talvez fosse melhor do que levantar e lidar com pontadas e apertões por dias e dias sem fim. Talvez.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s